1.º LUGAR

Projeto:

Rede Produtiva de Design e Artesanato no Aglomerado da Serra

Coordenadora:

Natacha Silva Araujo Rena

Mantenedora:

Fundação Mineira de Educação e Cultura (FUMEC)

Presidente:

Prof. Custódio Cruz de Oliveira e Silva

Mantida:

Universidade FUMEC, em Belo Horizonte/MG

Dirigente:

Prof. Antônio Tomé Loures

Estado:

MG

Tel:

(31) 32695212

E-Mail:

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Resumo:

O projeto “Rede Produtiva de Design e Artesanato no Aglomerado da Serra” abrange um conjunto de vilas e favelas  em Belo Horizonte, a partir da reaplicação da tecnologia social que foi desenvolvida  pela iniciativa extensionista  “Artesanato Solidário no Aglomerado da Serra –Asas” do curso de Design da Universidade FUMEC.  Atualmente o Asas possui três subprojetos em andamento:

  • Asas Aglomeradas – constituído de oficina completa de estamparia com artesãos capacitados em estamparia, encadernação e costura;
  • Asas Meninas do Cafezal – núcleo produtivo que visa a desenvolver peças de modelagem, costura e bordado  experimentais;
  • Asas Serra de Bambu – congrega  artesãos capacitados na construção de móveis e produtos a partir do bambu in natura.

A idéia deste novo ciclo de capacitação é efetivar a criação de uma rede produtiva entre os três projetos, ampliando o mercado e agregando valor aos produtos desenvolvidos pelos núcleos produtivos. O projeto realiza atividades de capacitação e oficinas que visam ao estabelecimento de um processo integrado e sustentável de planejamento, gestão e produção de objetos com alto valor agregado.

MENÇÕES HONROSAS

Projeto:

Das Mulheres da Paz às Flores do Bom Jardim

Coordenadora:

Lilia Maia de Morais Sales

Mantenedora:

Fundação Edson Queiroz

Dirigente:

Fátima Maria Fernandes Veras

Estado:

CE

Tel:

(85) 3477-3104

E-Mail:

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Resumo:

O projeto “Mulheres da Paz” da Universidade de Fortaleza  capacitou em Direitos Humanos e Mediação de Conflitos 300 mulheres moradoras do Bairro Grande Bom Jardim, eleito pelo Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci) como “Território de Paz”.

As mulheres  trabalharam com jovens envolvidos com drogas e crimes com o objetivo  de encaminhá-los para projetos sociais (artes, esportes e cursos profissionalizantes) como também acompanhá-los nessas atividades.

O curso de capacitação das “mulheres da paz” trouxe conhecimentos técnicos e  provocou mudanças fundamentais na vida de cada uma das mulheres. Os testemunhos delas sobre o impacto do curso nas suas vidas destacam o fim da violência doméstica  e da prostituição; a valorização pessoal; a vontade de voltar a ter sonhos e o sentimento de dignidade.
O trabalho com os jovens provocou nelas mudanças nas suas concepções sobre a juventude, a lida com os filhos e o respeito aos adolescentes. Provocou ainda o desejo de continuar os estudos – “quero ser advogada”, “quero fazer o curso de psicologia”, “pretendo ser assistente social” – e qualificar-se para o mercado de trabalho.

Atenta à questão e referenciada pelos textos escritos pelas mulheres,  a UNIFOR elaborou o projeto “Flores do Bom Jardim”. O termo “Flores” faz referência às mulheres e “Bom Jardim” ao lugar em que vivem. Pretendeu-se com o projeto Flores do Bom Jardim promover novos cursos profissionalizantes – telemarketing e auxiliar administrativo – e cursos preparatórios para o vestibular, iniciados em fevereiro de 2011.

Depois de dezessete meses, com resultados positivos, o projeto terá continuidade de forma mais ampla, como o próprio nome indica : “Das Mulheres da Paz às Flores do Bom Jardim”.

Projeto:

Estágio Supervisionado em Atenção à Saúde do Idoso

Coordenadora:

Siulmara Cristina Galera

Mantenedora:

Fundação Edson Queiroz

Mantida:

Universidade de Fortaleza (UNIFOR)

Dirigente:

Fátima Maria Fernandes Veras

Estado:

CE

Tel:

(85) 3477-3676

E-Mail:

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Resumo:

O envelhecimento populacional que vem ocorrendo no Brasil nas últimas décadas é acompanhado por transformações epidemiológicas e sociais que chamam a atenção para a necessidade de criação de instituições de longa permanência para idosos.

Para assegurar que a população idosa tenha um atendimento de excelência, faz se necessário também a formação /capacitação de profissionais de forma adequada. Desta forma, o projeto visou à implantação de “Estágio supervisionado (internato) na área de Atenção à Saúde do Idoso” para os estudantes do Curso de Medicina da Universidade de Fortaleza (UNIFOR), tendo como cenário principal de prática uma instituição de longa permanência para idosos.

Os resultados foram exitosos  tanto do ponto de vista técnico quanto na  atuação em equipe interdisciplinar e na formação social e humanista dos internos/estagiários, além de provocar melhoria importante nas condições de atendimento aos idosos.

Fase do 22º Prêmio

  • Inscrições              check-ok.fw
  • Julgamento            off-off.fw
  • Ganhadores           check-ok.fw
  • Premiação           off-off.fw

Vídeo

rodape_top

 ico_abmes_face  ico_ambes_twitter  ico_ambes_likedin  icon-youtube  ico_abmes_google  icon_slide  icon_slide

SHN Qd. 01, Bl. "F", Entrada "A", Conj. "A"
Edifício Vision Work & Live, 9º andar - Brasília/DF
(61) 3322-3252 | abmes@abmes.org.br