1º LUGAR

Projeto:

Olimpíada Jurídica

Coordenadora:

Paula Castello Miguel

Mantenedora:

Sociedade de Ensino Superior de Vitória Ltda.

Presidente:

Antônio José Ferreira Abikair

Mantida:

Faculdade de Direito de Vitória (FDV)

Dirigente:

Antônio José Ferreira Abikair

Estado:

ES

Tel:

(27) 3041-3672

E-Mail:

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Resumo:

A Olimpíada Jurídica da FDV é uma ideia inovadora que procura estimular o estudo da ciência do direito, desenvolvendo o conhecimento jurídico por meio de novas estratégias metodológicas de capacitação do aluno da graduação e da criação de tecnologia pedagógica que permite a interação entre as instituições de ensino superior do Brasil. Trata-se de competição de nível nacional entre equipes de quatro componentes, realizada em três fases, sendo as duas primeiras on line e a última presencial. A primeira conta com 30 questões objetivas, a segunda com dois casos e a terceira com um problema, complementado com um elemento surpresa. A Olimpíada tem conseguido envolver centenas de alunos, de até 17 estados da Federação, distribuídos entre as mais diversas instituições de ensino superior, públicas e privadas

MENÇÕES HONROSAS

Projeto:

Mediação Escolar - incluindo jovens e fortalecendo líderes pelo diálogo e pela arte

Coordenadora:

Lilia Maia de Morais Sales

Mantenedora:

Fundação Edson Queiroz

Mantida:

Universidade de Fortaleza (Unifor)

Dirigente:

Fátima Maria Fernandes Veras

Estado:

CE

Tel:

(85) 3477-3110

E-Mail:

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Resumo:

O Projeto “Mediação Escolar – incluindo jovens e fortalecendo líderes pelo diálogo e pela arte” foi idealizado para envolver, empoderar e transformar a vida de estudantes, entre 14 e 18 anos, de escolas públicas de Fortaleza/Ceará, por meio da mediação de conflitos e direitos humanos, valendo-se da arte como forte aliada no aprendizado. Os alunos participam de aulas semanais, pesquisam sobre violência e pacificação, ministram palestras, formam grupos de estudos em suas escolas, apresentam trabalhos científicos e musicais, expressando e multiplicando o conhecimento. “Nada compara o que a gente vive aqui...” “Foi através da Mediação que eu consegui saber quem eu sou”, “a mediação tá mudando a minha vida”. Em 2012 o projeto continua (ampliado para 45 estudantes bolsistas) e, além das aulas e implantação do projeto piloto de núcleo de mediação, acontecerão15 apresentações públicas, em forma de musical, para 5.000 alunos de escolas públicas, financiado pelo Ministério da Cultura, disseminando a paz e o aprendizado por meio da arte.

Projeto:

Programa Integrado Município Sustentável: Benevides em Foco

Coordenador:

Mário Vasconcellos

Mantenedora:

União de Ensino Superior do Pará

Mantida:

Universidade da Amazônia (Unama)

Mantida:

Universidade da Amazônia

Dirigente:

Profa. Dra. Ana Célia Bahia

Estado:

PA

Tel:

(91) 4009-3282

E-Mail:

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Resumo:

O Programa Integrado “Município Sustentável: Benevides em Foco” é uma proposta que concilia os objetivos básicos de ensino, pesquisa e extensão da universidade com as demandas das coletividades que compõem o município de Benevides (PA). A Unama coloca à disposição de Benevides toda a sua capacidade instalada de pesquisa e extensão para contribuir com a implantação de um modelo de desenvolvimento municipal sustentável. Benevides é um município pobre e em fase acelerada de transformação econômica e socioespacial apresentando-se como área periférica da Região Metropolitana de Belém. Na prática, a Unama direciona-se de forma especial ao município, disponibilizando serviços por meio de cursos e projetos de pesquisa e extensão e do envolvimento de alunos, professores e funcionários

 

PROJETOS DE DESTAQUE

Considerando a qualidade dos trabalhos que integraram o grupo selecionado de projetos e objetivando estimular a continuidade de ações, a diretoria da ABMES acatou a sugestão da Comissão Julgadora de conceder um certificado denominado “Projeto Destaque do Prêmio Top Educacional” aos dirigentes da mantenedora e da mantida e aos coordenadores dos projetos abaixo relacionados:

Projeto:

Integração Direito, Arte e Cultura como metodologia de ensino jurídico para a aprendizagem significativa: uma transformação dos espaços em formação acadêmica e cidadã

Coordenador:

Carlos Augusto Fernandes Eufrasio

Mantenedora:

Fundação Edson Queiroz

Mantida:

Universidade de Fortaleza (Unifor)

Dirigente:

Fátima Maria Fernandes Veras

Estado:

CE

Tel:

((85) 3477-3378

E-Mail:

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Resumo:

O papel da Universidade é o desenvolvimento de conhecimento, integralizando-se os âmbitos do ensino, da pesquisa e da extensão. Em especial, destaca-se a extensão, que propicia um conhecimento articulado com a realidade social na qual o discente e o docente estão inseridos. É na extensão que a Universidade consolida sua função social, ao articular a teoria à prática, os estudos acadêmicos científicos à práxis social. Neste sentido, o projeto “Direito à arte e cultura”, desenvolvido pelo Centro de Ciências Jurídicas – CCJ e Vice-Reitoria de Extensão e Comunidade Acadêmica – VIREX da Universidade de Fortaleza – Unifor, fomenta ao acadêmico do curso de Direito uma aprendizagem significativa, contextualizada e problematizada, transformando espaços culturais em espaços acadêmicos de produção de conhecimentos científicos e de formação cidadã.

Projeto:

Banco de ações solidárias

Coordenadora:

Ellen Parrela

Mantenedora:

Fundação Vale do Gorutuba

Mantida:

Faculdade Vale do Gorutuba

Dirigente:

Vanilson Almeida

Estado:

MG

Tel:

(38) 3834-1027

Site

www.favag.edu.br

Resumo:

O Banco de Ações Solidárias foi criado com dois objetivos: 1)fomentar o cultivo de valores, criando uma cultura de solidariedade e proatividade entre estudantes e colaboradores da instituição; 2)instituir um mecanismo  de gestão das ``Atividades Complementares`` e de pontuação válida para o Plano de Carreira da Faculdade. Em síntese, é um mecanismo para descobrir, incentivar e operar com talentos e habilidades de estudantes, professores,funcionários e pessoas da comunidade, talentos esses que são considerados ``ativos`` da Faculdade e colocados a disposição da comunidade acadêmica e da comunidade externa. Ao serem requisitados, tais talentos  e habilidades passam a valer ``Hora-Ação``, moeda que valoriza os talentos colocados em ação. As ``horas-ações`` acumuladas podem ser convertidas em horas de ``Atividades Complementares`` e, numa segunda conversão, valer ``bônus`` de incentivo financeiro atribuido aos ``acionistas`` do Banco, ou seja, estudantes, docentes, funcionários e pessoas da comunidade. Os ``bônus financeiros`` podem ser utilizados para obter desconto em mensalidades de qualquer curso ofertado pela Faculdade e, nos casos dos docentes e funcionários,como pontuação válida para seu posicionamento no Plano de Carreira da instituição.

Projeto:

Dançando no escuro

Coordenadora:

Dulce Maria Rosa Cintra

Mantenedora:

Associação Prudentina de Educação e Cultura - APEC

Mantida:

Universidade do Oeste Paulista (Unoeste)

Dirigente:

Ana Cardoso Maia de Oliveira Lima

Estado:

SP

Tel:

(18) 3229-2077

E-mail

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Resumo:

O trabalho com a dança é capaz de transformar a vida das pessoas portadoras de deficiência visual, proporcionando a superação de limites que são impostas pela condição de cegueira e baixa visão. Temos como objetivos analisar e verificar os benefícios ao desempenho motor e melhoria no aspecto psicológico, corporeidade e consciência de si através de conceitos básicos e noções espaciais trabalhados pela dança. Trata-se de um projeto de extensão que inserimos alunos da graduação do curso de Educação Física, uma vez que os participantes necessitam do tato para aprenderem os movimentos. É realizada na Associação Filantrópica de Proteção aos Cegos e Escola Faradei Boscoli, localizada no Jardim Itapura II, na cidade de Presidente Prudente (SP). As atividades de Dança educativa são aplicadas para as  crianças na faixa etária de  de 06 a 12 anos e atividades de Pilates com os adultos, e acontecem semanalmente desde 2003.

Fase do 22º Prêmio

  • Inscrições              check-ok.fw
  • Julgamento            off-off.fw
  • Ganhadores           check-ok.fw
  • Premiação           off-off.fw

Vídeo

rodape_top

 ico_abmes_face  ico_ambes_twitter  ico_ambes_likedin  icon-youtube  ico_abmes_google  icon_slide  icon_slide

SHN Qd. 01, Bl. "F", Entrada "A", Conj. "A"
Edifício Vision Work & Live, 9º andar - Brasília/DF
(61) 3322-3252 | abmes@abmes.org.br